10/01/2022 às 17h10min - Atualizada em 10/01/2022 às 17h10min

DESMORONAMENTO DE ROCHA DEIXA DEZ MORTOS NO LAGO DE FURNAS, EM CAPITÓLIO-MG

Um passeio que virou pesadelo. O deslizamento de uma rocha num lago da cidade de Capitólio deixou dez pessoas mortas no último sábado (8). Eles estavam em uma lancha quando o paredão de pedras começou a deslizar e rapidamente atingiu as embarcações. 

Os corpos das duas últimas vítimas desaparecidas no desmoronamento de um bloco de pedras no lago de Furnas, em Capitólio (MG), foram encontrados na tarde de domingo, após um dia do acidente. Esse vídeo, feito por uma pessoa que estava no local, mostra o momento exato do desabamento.

O desabamento ocorreu por volta das 12h30 e atingiu pelo menos três lanchas. Duas embarcações afundaram. A tragédia deixou um dez pessoas mortas e pelo menos 32 feridos. O tenente Pedro Uihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, falou sobre as buscas e o trabalho de recuperação dos fragmentos de corpos das vítimas.

O desabamento aconteceu em um lago da hidrelétrica de Furnas. A empresa disse, no entanto, que não responde pelo turismo na região. Segundo a hidrelétrica, a gestão do turismo é de responsabilidade da Marinha e do poder público local.

No mesmo dia, a Defesa Civil de Minas Gerais havia emitido um alerta por causa das chuvas intensas por volta das 10h, e orientou a população a evitar as cachoeiras. Um inquérito foi instaurado pelo Polícia Civil para apurar causas e circunstâncias do acidente.

Das pessoas localizadas, duas já foram identificadas pela Polícia Civil e liberadas para que as famílias possam velar e sepultar de maneira digna as vítimas. Segundo o delegado Marcos Pimenta, devido à dinâmica do acidente, o trabalho da investigação tem sido minucioso, a fim de dar uma resposta aos familiares.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">