04/08/2022 às 20h58min - Atualizada em 04/08/2022 às 20h58min

Prefeitura assume terreno em que funcionava ONG Latemia, em Caratinga

Foi cumprida, no final da tarde desta quinta-feira, ordem judicial de reintegração de posse em favor da prefeitura de Caratinga em relação ao terreno onde vinha funcionando a ONG Latemia, em área anexa ao parque de exposições, no Bairro das Graças. O terreno pertence à União, mas foi cedido ao município.
Com a medida, as instalações da ONG, que acolhia animais abandonados, ficam desativadas. Os 68 cães e 27 gatos que estavam naquele espaço foram transferidos para o canil da prefeitura, também localizado no parque de exposições. As razões para o pedido de reintegração de posse, alegadas pela prefeitura, foram maus tratos aos animais e más condições sanitárias das instalações.
A fundadora e presidente da ONG Latemia, Marta Lopes, atendeu às solicitações dos oficiais de Justiça que deram cumprimento à medida judicial. No entanto, se disse surpresa com a ação. “Penso que fazemos um trabalho importante, recolhendo cães e gatos abandonados e cuidando deles, dando alimentos, levando ao veterinário quando necessário e até fazendo castrações”, argumentou.
Quando às alegações de falta de higiene no local, Marta contrapôs. “As fotos que tiraram aqui e que incluíram em documentos levados ao juiz foram no momento em que fazíamos a limpeza. É claro que, nessa hora, iriam encontrar sujeira. Depois das dez horas a ONG já está limpa”, disse.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »