05/08/2022 às 19h30min - Atualizada em 05/08/2022 às 19h30min

MANCHETE: ESCASSEZ DE SANGUE “O” NEGATIVO JÁ PREJUDICA AÇÕES DE SAÚDE NO MUNICÍPIO

O banco de sangue da Hemominas, em Governador Valadares, está precisando com urgência de doadores de sangue tipo “o” negativo. É esse banco de sangue que abastece as unidades de saúde de Caratinga e região.   
Dentre os tipos sanguíneos, o “o” negativo, além de ser universal, ou seja, pode ser transfundido em qualquer pessoa, é o mais raro, e logo, o mais difícil de se encontrar.
O assistente social do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora de Caratinga, Vilson Alves Moreira, fala sobre a falta desse tipo sanguíneo no banco de sangue da Hemominas, em Valadares. “Com a pandemia, o fluxo de doação se reduziu bastante, devido às patologias que foram surgindo, principalmente nos períodos de inverno. O que preocupa também é a questão da logística, pois o doador tem que se deslocar até o hemocentro de Valadares e acaba sendo um dos problemas que acaba dificultando as doações”, avalia.
Para quem possui o tipo “o” negativo e deseja doar, a Hemominas oferece todo o apoio necessário. “A Hemominas verifica uma data apropriada e a repassa para o grupo de doadores. Disponibilizamos transporte para o deslocamento, com acompanhamento de um profissional. É só fazer contato comigo pelo número do WhatsApp (33) 9- 9929-4759 que vou passar todas as informações”, informa Vilson.
O assistente social também alerta sobre importância da disponibilidade de sangue no banco de sangue da Hemominas e faz um apelo: “A falta de sangue pode ter impacto negativo na vida do paciente. Vai prolongar o processo de recuperação dele. Às vezes existe até o risco iminente de morte na falta desse insumo. Conto com Caratinga e região para ajudar com doações”.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »