13/05/2019 às 09h07min - Atualizada em 13/05/2019 às 09h07min

Hospital Nossa Senhora Auxiliadora realiza reunião com representantes de municípios e outras autoridades.

Com parceria reabertura está cada vez mais próximo.

Lucas Humberto
Desde a última segunda-feira (06/05) está sendo realizada uma capacitação dos funcionários do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. Essa capacitação é graças a uma nova parceria do HNSA com o Instituto Solidário, de Vitória, Espírito Santo. A instituição não governamental tem 16 anos de história e atua no auxílio da gestão de hospitais filantrópicos. Maria do Rosário Chequer Soares, Consultora e Coordenadora da Área de Projetos em Saúde falou um pouco mais da experiência do Instituto.

Com a nova parceria, se reacende a esperança de que o hospital possa em breve abrir suas portas à população. Outro passo dado nesta direção foi uma reunião com o poder judiciário e com diversos representantes dos municípios que compõe a microregião e outras autoridades. Padre Moacir Ramos Nogueira, provedor do hospital, falou sobre os esforços.

Oziel Bastos de Amorim, promotor de justiça e responsável pela curadoria da saúde, falou da importância da união dos órgãos e dos municípios, dos quais apenas quatro da região não puderam estar presentes.

A secretária de Saúde de Caratinga, Jacqueline dos Santos voltou a afirmar que o objetivo é abrir o hospital na totalidade e de forma efetiva, sem riscos de fechar novamente.

Apenas Piedade de Caratinga, Santa Bárbara do Leste, Bom Jesus do Galho e Inhapim não estiveram presentes na reunião, mas, de acordo com Jacqueline, eles estavam cientes e justificaram a ausência.

Geraldo José do Carmo, prefeito de Vermelho Novo fala com otimismo da nova etapa do hospital.

Ernany Duque, Superintendente Regional de Saúde, destacou a importância do hospital e da maternidade. Ele também garantiu que o Estado irá fazer o aporte de recursos dos programas previstos.

Maria do Rosário Chequer Soares, Consultora e Coordenadora da Área de Projetos em Saúde do Instituto Solidário de Vitória, falou sobre toda a pesquisa que foi feita em torno de como preparar a reestruturação do hospital, além da necessidade de capacitar os funcionários para um melhor atendimento. Ela também fala da necessidade do auxílio financeiro de deputados federais, estaduais e senadores.

O hospital segue ainda sem uma data fixa de reabertura. O TJS irá continuar acompanhando a situação.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">