13/05/2019 às 09h15min - Atualizada em 13/05/2019 às 09h15min

Uma história de emoção e gratidão: mãe de jovem piloto que se acidentou na Pedra Itaúna agradece à população caratinguense e deseja um feliz dia das mães.

Lucas Vieira
Um primeiro de maio que vai ficar na história de Caratinga! Era por volta de 15h quando tudo aconteceu. Quem olhava para um dos cartões postais da cidade via uma cena apavoradora. Praticamente no meio da Pedra Itaúna, preso em uma vegetação, estava um piloto de paraglider de cabeça para baixo aguardando ser resgatado. A notícia do incidente repercutiu rapidamente pela cidade, mas ninguém sabia ao certo quem realmente poderia ser aquele piloto. A mãe, Priscila Leal ROCINKI, não tinha a menor ideia que era o filho dela que clamava por socorro.
 
Com exclusividade Priscila concedeu uma entrevista à TV Sistec, abriu o coração e falou sobre o caso. Foram mais de 09 horas de resgate para que tudo tivesse um final feliz. Militares do Corpo de Bombeiros de Caratinga e Manhuaçu atuaram na complexa ocorrência.
 
A mãe de Igor conta que o filho sempre foi apaixonado por esportes radicais e que ele tem experiência na prática do voo livre.
 
Cenas de amor ao próximo e fé chamaram a atenção de todos no resgate. Priscila se emociona em falar.
 
Até profissionais da sonorização colaboraram com o resgate. DJs da cidade utilizaram canhões de luzes para clarear a pedra e facilitar o socorro.
 
Priscila lembra que assim como ela, centenas de mães sofreram com aquela agonia em ver um garoto lutando pela vida. Com muita técnica e esforço conjunto, por volta de 1:30 da madrugada de quinta-feira, lá estava ele, abraçando a mãe e agradecendo a Deus pela vida.
 
Neste dia das mães, Priscila finaliza a entrevista agradecendo o carinho e o amor que todos tiveram com o filho dela.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">