17/05/2019 às 15h10min - Atualizada em 17/05/2019 às 15h10min

Parentes de usuários do INSS de Caratinga são impedidos de entrar e ficam na chuva durante perícia.

Lucas Vieira
A chuva caía forte no momento em que estas pessoas chegaram com os parentes à sede do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS – Caratinga. No caso de todas as três famílias, o horário das perícias estava agendado para às 16hrs desta quinta-feira. Segundo os usuários, eles chegaram entre 15:20h e 15:40h e foram impedidos de entrar nas dependências da agência. Conforme relatado, os seguranças informaram que eles só podiam acompanhar os parentes caso chegassem com 1 hora de antecedência. Com isso, eles tiveram que aguardar os familiares do lado de fora da agência, na chuva.

A professora Eva Lopes de Oliveira estava acompanhando a irmã dela. Maria Aparecida, de 50 anos, sofre com um quadro grave de depressão e faz uso contínuo de medicamentos controlados. Eva afirmou que a irmã necessita de um acompanhante diariamente.

A situação também causou revolta em Rejane Cristina Amorim. Ela foi até ao INSS acompanhando o pai, de 75 anos, que perdeu 80% da visão e sofre de vários outros problemas. A professora se sentiu humilhada em ter que esperar na chuva a perícia do pai, que não tem a menor condição de caminhar sozinho.

Na hora a nossa equipe tentou conversar com os responsáveis pela agência, mas fomos informados pelo segurança que a gerente não se encontrava.  

Fizemos contato via telefone com a agência da cidade, mas sem sucesso.  Um e-mail também foi enviado para assessoria de comunicação do INSS, mas até o fechamento desta reportagem não recebemos o retorno.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">