21/06/2019 às 14h38min - Atualizada em 21/06/2019 às 14h38min

Pão francês pesa na balança do orçamento familiar

Um herói ou um vilão? O alimento mais tradicional da mesa brasileira está cada dia mais caro. Afinal quem fica sem ele?

Daniela Alves
Nenhum outro item alimentício, além do arroz e o feijão é mais consumido no Brasil que o pão francês. Na hora de comer, pela manhã ou à tarde a mistura tradicional do lanche é o pão com café. Este alimento não sai de alta, mas pesa negativamente no orçamento das famílias, que em muitos casos, não imagina quanto gasta no fim das contas.

Em uma família tradicional, composta por quatro pessoas, o gasto com o alimento relativo ao salário mínimo é de aproximadamente 7,2%. Considerado um produto popular, está longe de ser o mais barato se comparado a outras despesas do mês, que neste caso em Caratinga, chega a quase 200 reais. Para uma pessoa que tem por hábito tomar seu café na padaria, este valor pode atingir a média de 230 reais mês. Este herói que nos motiva e alimenta na rotina do dia a dia, passa ser vilão na planilha do orçamento.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">