27/06/2019 às 10h34min - Atualizada em 27/06/2019 às 10h34min

PF prende Robertinho Soares, coordenador do PSL no Vale do Aço

Prisão faz parte da operação Sufrágio Ostentação.

Mais VIP
Robertinho Soares, ex-assessor e coordenador da campanha do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, foi preso nesta quinta-feira (27), durante a segunda fase da Operação Sufrágio Ostentação, que investiga o esquema que ficou conhecido como “Laranjal do PSL”.

Além de Robertinho, Mateus Von Rondon, atual assessor parlamentar do ministro foi preso em Brasília. Os alvos são suspeitos de envolvimento no esquema de laranjas relacionado a candidatas do PSL em Minas Gerais, durante as eleições de 2018. Os suspeitos são investigados pelos crimes de falsidade ideológica eleitoral, emprego ilícito do fundo eleitoral e associação criminosa.

Foram cumpridos três mandados judiciais de busca e apreensão e três mandados judiciais de prisão temporária, nas cidades de Brasília/DF, Governador Valadares/MG e Ipatinga/MG. Houve a apreensão de computadores e telefones celulares.

Sufrágio Ostentação

No mês de abril, a Polícia Federal deflagrou a Operação “Sufrágio Ostentação”, para esclarecer suspeita de irregularidade na aplicação de recursos referentes a campanhas eleitorais femininas do PSL, em Minas Gerais.

Foram cumpridos sete mandados judiciais de busca e apreensão, todos expedidos pela 26ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte. Foram dois na Capital, dois em Contagem/MG, um em Coronel Fabriciano/MG, um em Ipatinga/MG e um em Lagoa Santa/MG. Houve também a apreensão de documentos relativos à produção de material gráfico de campanhas eleitorais.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">