01/08/2019 às 10h13min - Atualizada em 01/08/2019 às 10h13min

Homem é assassinado próximo a estação de captação da copasa, na zona rural de caratinga.

A arma utilizada no crime foi encontrada no local, assim como pertences e documentos da vítima.

Lucas Humberto
Marcelo Rodrigues de Sousa, de 46 anos, foi encontrado sem vida por funcionários da Copasa, em uma trilha próxima à estação de captação de água da empresa na estrada para Piedade de Caratinga, na zona rural de Caratinga, no fim da tarde desta quarta-feira (31/07).

Marcelo Rodrigues era morador do Bairro Esplanada em Caratinga, e trabalhava como professor. De acordo com a perícia, ele morreu após sofrer golpes de canivete no rosto, nas costas e no tronco. A arma utilizada no crime foi encontrada no local, assim como pertences e documentos de Marcelo. Imediatamente ao encontrarem o corpo, a PM de Caratinga emitiu um sinal para as unidades de atendimento médico sobre ferimentos que poderiam ser provenientes de faca.

Poucos minutos após o sinal, eles foram informados pela UPA que Matheus Campos do Amaral, de 21 anos, havia dado entrada no local com ferimentos profundos em ambos os braços. Tenente Moraes deu detalhes da ocorrência.

De acordo com a Polícia, inicialmente Matheus afirmou que havia se ferido através do uso de Cerol, mas os médicos suspeitaram do fato pela profundidade dos cortes e pela grande perda de sangue. A PM seguiu em diligência, e após parlamentação com o suspeito, este confessou que conhecia a vítima a pelo menos um ano. De acordo com o que o autor afirma, ele havia sido buscado por Marcelo para um encontro que envolvia drogas.

Ambos foram ao Córrego do Lage no carro de Marcelo. De acordo com a PM, possivelmente houve uma briga no local, devido ao estado do corpo e dos ferimentos de Matheus. Tenente Moraes apresentou a versão contada pelo suspeito, de que ele foi atacado por Marcelo.
 
Matheus então fugiu do local usando o carro de Marcelo, que foi abandonado na Rua Vereador Arestes Paiva, no bairro Zacarias, antes do autor dar entrada na UPA.

A polícia civil continuará investigando o caso para levantar as motivações do homicídio. Marcelo foi encontrado com documentos e dinheiro, e nenhuma droga foi localizada próxima ao local. Matheus segue preso na Delegacia de Caratinga.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">