02/08/2019 às 16h40min - Atualizada em 02/08/2019 às 16h40min

Confirmado primeiro caso de morte por febre maculosa em Ipatinga

Transmissão ocorre por meio da picada do carrapato infectado pela bactéria causadora da doença. Rapaz de 20 anos tinha frequentado um sítio nos últimos dias.

G1 Vales
G1
A secretaria municipal de Saúde de Ipatinga confirmou, nesta quinta-feira (1º), a primeira morte no município causada por febre maculosa em 2019. De acordo com a secretaria, a vítima é um rapaz de 20 anos, morador do Bairro Caravelas; ele teria visitado um sítio na zona rural nos últimos dias. Ainda segundo a pasta, o homem já chegou à Unidade de Pronto Atendimento o Bairro Canaã em estado clínico grave avançado, e com o sistema nervoso comprometido.

O G1 questionou se o rapaz chegou a ficar internado e por quanto tempo, mas não houve resposta.

A doença é transmitida ao homem por meio da picada de carrapatos, principalmente o tipo estrela. De acordo com a médica infectologista Carmelinda Lobato, os sintomas apresentados pelos pacientes com a doença são febre, dor no corpo, dor de cabeça, náuseas e vômitos. Já na fase mais avançada o paciente pode ter confusão mental e convulsões.

Ainda segundo a médica, a forma de prevenção deve ser feita por meio do uso de roupas de manga longa e calça, além de repelentes, sempre que estiver em locais com mato. A médica ainda enfatiza que, em caso de contato com o carrapato, não é recomendado espremer o inseto, mas sim fazer a retirada com uma pinça.

Segundo a Prefeitura de Ipatinga, os profissionais de saúde da cidade estão passando por capacitações para identificar o mais rápido possível a febre maculosa, já que na fase inicial ela pode ser confundida com outras doenças.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
" data-width="400" data-hide-cover="false" data-show-facepile="true">